Feeds:
Posts
Comentários

Por que eu ainda assisto a jogos da seleção brasileira? Não estou falando em torcer ou em secar, estou lamentando o fato de perder duas horas de minha vida vendo um amontoado de frouxos dar aquele espetáculo deprimente, demonstração de futebol mal jogado, displicência tática e desacertos dolosos que trouxeram constrangimento ao torcedor presente e mudança drástica de humor nos que esperavam um jogo minimamente próximo a futebol enquanto esporte Continuar Lendo »

Anúncios

flamengo até morrer

O torcedor flamenguista exibiu com a mesma aptidão para a galhofa de seu dirigente Márcio Braga a faixa ‘brasileiro é obrigação’ no Maracanã. Alheios a festejos e declarações arrogantes advindos do adversário carioca, os atleticanos mineiros desmereceram a impáfia alheia e aplicaram megafônicos 3 a 0 no lombo do ex-candidato ao título Flamengo. Continuar Lendo »

contra fatos não há argumentos.

os números fornecidos pelo servidor mostram que os líderes das séries A e B têm torcidas fiéis e são as mais freqüentes neste blog. deve ser assim em todos os sites e blogs. se depender de torcida, grêmio e corínthians podem ir se preparando para erguer seus respectivos canecos.

Galáticos oscilantes

Certamente dono do elenco mais caro do futebol brasileiro, o Sport Club Internacional não consegue converter em resultados todo o investimento que foi feito ao longo do ano em jogadores e comissão técnica. O clube contratou gente de qualidade – Daniel Carvalho, D’alessandro e Sorondo. Segurou seus principais nomes cobrindo propostas árabes e européias – Nilmar, Alex e Guinazu. Chamou nomes de menor expressão nacional para garantir um bom grupo Continuar Lendo »

Rivelino eterno

Rivelino é maior jogador de futebol com bigode que já calçou chuteiras. Não há quem discuta. Enquanto Pelé, Garrincha, Cruijff, Beckenbauer, Maradona jogavam de cara limpa, barba sempre bem feita, Riva mostrava ao mundo que bigode era e ainda é para poucos, e cultivava um autêntico mato serrado entre nariz e boca.

Poderá o solitário e desinteressado leitor trazer à mesa outros bigodudos que encantaram as massas ao longo dos tempos, mas certamente nenhum deles terá a grandiloqüência de Roberto Rivelino para o esporte dos bretães Continuar Lendo »

Celso, the loser

Não é a primeira vez que este filme entra e sai de cartaz. Desta vez, porém, parecia que o desfecho seria diferente. Celso Roth, diretor e protagonista desta película reprisada até na sessão da tarde, trazia consigo uma bagagem de ensinamentos e experiência (e acima de tudo derrotas) que o conduziriam ao primeiro título relevante de sua paupérrima carreira – era o que aparentava. Continuar Lendo »

Os detratores da fórmula de pontos corridos costumam dizer que o campeonato perde em emoção quando jogado desta forma, por  não conter os cruzamentos conhecidos vulgarmente como “mata-mata”, com jogos de ida e volta, como um grande funil que dá a 2 clubes passagem à grande final. Antes era assim. Existiam dois grupos, todos se enfrentavam, mas Continuar Lendo »